Vidya de estagiário_

Rafael Nishimoto

Graduado pela FCFRP-USP

Residência no hospital de Clínicas da UNICAMP

Entrevista

Onde realiza/realizou o Estágio? Em qual setor?

"Hospital de Clínicas - UNICAMP. Nos seguintes setores: Unidade de Terapia Intensiva, Unidade de Emergência, Farmácia de Quimioterapia, Enfermaria de Onco-Hematologia e Enfermaria de Transplante de Medula Óssea."

O que te levou a escolher estagiar nesta área? E neste lugar?

"Escolhi fazer residência porque para trabalhar com Cuidado Farmacêutico a maioria dos hospitais e serviços de saúde exigem que se tenha pós graduação na área. Além disso, é uma das únicas áreas de atuação do farmacêutico que proporciona o contato direto com o paciente e integra todas as áreas de conhecimento que são vistas na graduação (Desde farmacotécnica e farmacologia até análises clínicas)."

Como foi o Processo Seletivo? Exigiu algum conhecimento além da graduação?

"O processo seletivo para ingressar em um programa de residência, na maioria das vezes) consiste em uma processo seletivo com prova (escrita ou objetiva dependendo do edital) e análise de currículo. É importante que o candidato tenha experiências com atividades extracurriculares além da graduação uma vez que as mesmas contam pontos na hora da avaliação do currículo."

Houve dificuldades no estágio?

"O cuidado farmacêutico é uma área nova dentro da atuação do farmacêutico, dessa forma a maior dificuldade do profissional que pretende seguir essa área é conquistar o espaço dentro da equipe multiprofissional."

Existe outro setor de atuação ao farmacêutico em seu estágio além do setor no qual você já está estagiando?

"Na residência da UNICAMP existem dois programas, o de saúde do Adulto e do Idoso e o de saúde da Criança e Adolescente. O residente farmacêutico, independente do programa, permanece o primeiro ano (R1) estagiando na atenção básica em uma Unidade Básica de Saúde. No segundo ano R2, o farmacêutico residente do Adulto permanece seis meses na Unidade de Terapia Intensiva e na Unidade de Emergência fazendo farmácia clínica dos pacientes e na Farmácia Central do Hospital realizando atividades de Farmacovigilância, nos outros seis meses o residente fica nas enfermarias de Transplante de Medula Óssea e de Onco-Hematologia fazendo farmácia clínica e na Farmácia de Quimioterapia realizando atenção farmacêutica em pacientes em uso de antineoplásicos orais e manipulando bolsas de quimioterapia. "

Quais as experiências e conhecimento adquirido nesse estágio?

"O ano de R1 proporcionou conhecimentos a respeito de saúde pública e políticas de saúde que são essenciais para a atuação do farmacêutico na área da saúde, além disso, devido a características da UBS tive uma vivência intensa na atuação do farmacêutico em saúde mental. No ano do R2 adquiri conhecimentos relativos a farmacoterapia de diferentes perfis de especialidade e desenvolvi um raciocínio clínico que não é apresentado aos alunos de graduação. Além disso há um contato muito grande com farmacovigilância e manipulação, tornando o estagiário um profissional versátil para trabalhar em diferentes setores do hospital. "

Conte sobre sua rotina

"As atividades da manhã em todos os setores são destinadas a farmácia clínica, dessa forma o residente avalia os exames laboratoriais de todos os pacientes e analisa as prescrições médicas visando o uso racional de medicamentos e, quando necessário, são realizadas intervenções farmacêuticas. Além disso, o farmacêutico participa de visitas multidisciplinares. No período da tarde as atividades são mais voltadas para rotina de gestão e dispensação de medicamentos, que, dependendo do setor, envolvem farmacovigilância, manipulação de quimioterápicos e dispensação de medicamentos. "

Quer compartilhar sua experiência como estagiário também? preencha o formulário a seguir